Câmara Municipal homenageia advogadas conquistenses

Câmara Municipal homenageia advogadas conquistenses

Na última quarta-feira (13/02), a Câmara Municipal realizou a entrega do Diploma Mulher-Cidadã Loreta Valadares 2019 a algumas das principais personalidades femininas da cidade que aqui lutam pela efetivação dos direitos das mulheres. Dentre elas, três advogadas inscritas na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Subseção de Vitória da Conquista foram honradas.

O Diploma Loreta-Valadares surgiu em 2005, e tem o objetivo de, todos os anos, premiar cidadãs conquistenses que são influentes e se destacam na luta pela defesa e ampliação das garantias femininas no município. Neste ano, 24 mulheres tiveram a honra de receber a homenagem. No meio das 18 indicadas por vereadores, três advogadas membras da OAB-Conquista foram condecoradas: Joana Rocha e Rocha (pela vereadora Nildma Ribeiro - PcdoB), Maria Rodrigues de Souza Azevedo (pelo vereador Rodrigo Moreira -  PP) e Gilmara Braga (por Sidney Oliveira – PRB). 

Foram tratados temas pertinentes aos atuais desafios das mulheres no país, destacando-se a abordagem da violência contra a mulher e também sua representatividade na política e sociedade. As vereadoras Viviane Sampaio (PT) e Lúcia Rocha (DEM) destacaram o fato do Brasil ser o quinto país com mais registros de violência contra a comunidade feminina.

Loreta Kiefer Valadares nasceu em Porto Alegre (Rio Grande do Sul – RS), se mudando para Salvador (Bahia – BA) aos seis anos de idade. Foi feminista e ativista política, integrante do Movimento Estudantil de Ação Popular (AP). No Regime Militar, foi alvo de perseguições por parte das autoridades, tendo sido presa com seu marido e teve seus direitos políticos cassados por cinco anos. Na década de 70, parte em exílio com o cônjuge para a Argentina, retornando em 1980 como professora de Ciência Política da UFBA (Universidade Federal da Bahia).

Siga-nos